Os mais legais do Catarse

Em 18.07.2016   Arquivado em Cotidiano, Favoritos

tvde29-hueroxo

Eu estava escrevendo um post mega funcional para a humanidade sobre as promoções de meio de ano que muitas lojas fazem, mas eu não achei coisas muito interessantes para mostrar, e as vezes eu acho que as lojas estão mais mão de vacas do que de costume na hora de dar descontos!! Então eu pulei esse post pra fazer outro que também tem o tema de compras, mas de uma maneira diferente!

Acho que todo mundo já está familiarizado com o tema de financiamento coletivo, aqui no Brasil temos o grande Catarse e lá fora o Kickstarter, dentre os mais famosos. Muitas coisas legais já foram feitas graças a ajuda dos fãs, e aqui em casa eu tenho algumas dessas coisas, mesmo não tendo ajudado no período da campanha, como o jogo de tabuleiro Zombicide e o jogo eletrônico Broken Age, ambos de Kickstrter, e os quadrinhos 9 Horas, do Magenta King, que eu fiz uma resenha aqui, e o Aokigahara, do Renato Quirino Moraes. E é bem assim que eu conheço essas duas plataformas, o Catarse responsável por publicações memoráveis de quadrinhos e livros e o Kickstarter por jogos, principalmente os eletrônicos. Aí, eu pensei: por que não apresentar alguns dos projetos mais legais das duas plataformas, né? Então aí vai:

tvde29-blacksilence

Black Silence, de Mary Cagnin:

No futuro a Terra está com os dias contados. Uma equipe de astronautas é convocada para fazer reconhecimento de um planeta que pode ser a única chance de sobrevivência dos seres humanos.

Ele tem disponível o primeiro capitulo online, eu só li duas páginas porque quero ler inteira quando sair o impresso!

tvde29-yowiya

Yowiya, de Hiro, Hiro Kawahara

Pesquisadores recentemente descobriram um comportamento bizarro em grupos de chimpanzés da Guiné Ocidental, na África. Os macacos pegavam pedras para acumular entre raízes de árvores ou para atirar contra um alvo invisível, de maneira repetida, como se fosse um ritual. Segundo os cientistas, eles estariam praticando uma espécie de religião primitiva.

Esqueça os cientistas e imaginem que esse deus dos macacos vivesse em uma dimensão onde seu único contato com o mundo terreno fossem os chimpanzés.

E que, por causa de uma brincadeira de uma criança, esse deus percebesse a existência dos humanos, ficando tão fascinado e obcecado por essas novas criaturas ao ponto de rejeitar os primatas e exigir ser idolatrado pelos homens. Porém, isso não poderia acontecer, pois sua existência era ignorada por eles.

Some-se a isso o espírito de uma modelo assassinada brutalmente, presa por muito tempo em uma dimensão escura e isolada, que conseguiu fazer contato com uma garota no mundo terreno, pedindo por sua ajuda.

Eu já li o primeiro quadrinho do Hiro, Maravilhoso, e gostei pacas, imagino que esse seja tão bom quanto!!

tvde29-a samurai

A Samurai: Yorimichi, por Mylle Silva e vários artistas

Depois dos acontecimentos do primeiro volume da HQ, Michiko e Yamadaatravessam o portal e voltam 20 anos no tempo. Separada de Yamada, Michiko se torna uma samurai sem memórias ou objetivos, que apenas luta para salvar pessoas sem saber o porquê. Com a cabeça à prêmio e vivendo como uma fugitiva, seu caminho se cruza com o de Yamada, que vive o dilema de revelar-lhe ou não sua verdadeira identidade. Juntos, eles trilharão caminhos tortuosos em busca de seus propósitos e reencontrarão alguns de seus entes mais queridos.

A Samurai: Yorimichi é uma HQ ambientada no período Edo (1603-1868), época em que senhores feudais brigavam entre si por mais terras e poder. Em um ambiente dominado pelos homens, A Samurai terá que enfrentar o daimyou Nobuhiro para mostrar que seu papel na sociedade vai muito além de pertencer a um senhor feudal.

Não li o primeiro ainda, mas com 8 artistas talentosos assim, tenho certeza que é bom!

tvde29-cornos

Cornos, Dieferson Trindade

Cornos conta a historia de uma jovem mulher que se encontra no fim do poço de sua vida, morando de favor na casa da tia, sem vida social, emprego, família e amigos, ela começa a ter sonhos estranhos com um rapaz de chifres que fica lhe citando argumentos para deixá-la cada vez mais triste, não podendo diferenciar entre sonho e realidade quando tudo começa a se complicar e o que resta é deixar tudo acontecer como o indesejado ser estranho quer.

Adicionei este por que o traço dele lembra um pouco o traço solto do Magenta King, que eu tanto gosto!

tvde29-cores

Cores, Carol Rosseti

“Cores” é um projeto de tirinhas que conta as aventuras e desventuras de um grupo de crianças questionadoras que não vêem muito sentido em certas expectativas do mundo adulto, e estão dispostas a lutar por um mundo com muito mais liberdade e imaginação.

Crianças questionadoras parece um tema bem pertinente a tudo que temos vivido nesses últimos anos, não!?

Demais, né!!? Eu me foquei nos quadrinhos por que é o que eu mais tenho consumido esses meses, mas por lá sempre tem vários outros projetos muito legais, até mesmo projetos sociais bacanas! Assim como tem uns projetos bem toscos, hahahaha

Mas me diga você já apoiou algum desses projetos coletivos? Já pensou ou fez um projeto desses? Beijos

 

Me sigaaaaa:

facebook.com/tvde29

instagram.com/jessica_torlezi

youtube.com/user/JES19141

Nove horas e Magenta King

Em 02.07.2016   Arquivado em Cotidiano, Favoritos

tvde29-9horas2

Eu acabai de acabar um quadrinho que levei um tempão pra terminar. Com pouco mais de 100 páginas, e algumas a mais de extra (eu amo extras, gente <3), Nove horas ou H9rs ou 9 Horas 😉 é um quadrinho de um artista que eu conheço a pouco tempo, mas já considero pacas: Magenta King.

Eu e o Magenta temos uma coisa em comum, que foi o que mais me chamou a atenção para o tipo de ilustração que ele faz, nós amamos o Japão! Ah, o Japão, caros colegas, eu moraria lá fácil fácil SE fosse fácil morar lá, o que não é, mas isso fica pra outra hora…

Em primeiro lugar nós temos que concordar que Magenta King é um nome muito legal e que se ele não tivesse sido mais criativo primeiro que eu, com certeza eu usaria esse nome. Pensei em colocar Ciano Queen, mas eu nem gosto tanto de ciano quanto eu gosto de magenta. E onde eu usaria esse nome não sei já que tudo que eu faço assino com meu nome de nascimento mesmo :p

Menino Magenta é na verdade Rodrigo Ciola Solsona, que também é um ótimo nome, mas seu pseudônimo é muito mais legal, vamos combinar. Ele é um ilustrador foda, designer e um chuchuzinho de professor lá na Quanta (um dia eu acho que vi a aula dele sem querer, e nem sabia que era ele ainda por cima!).

tvde29-9horas3

Quando meu namorado comprou 9 Horas e eu vi aquela capa, bateu aquele reconhecimento, não só porque eu já tinha visto a arte da capa nos Google da vida, mas porque tinha todos aqueles elementos gráficos que representam o meu país favorito: hashis, bento, ideogramas, simbolo do Iene (moeda japonesa) e o estilão do traço solto, mas ao mesmo tempo bem colocado, dele. Eu sabia que o que eu tinha em mãos era um quadrinho que tinha majestade, haha. A proposta era de misturar um diário de viagem com ficção, e eu gosto muito de diários de viagem desenhados, me trás um sentimento diferente de quando é só uma coisa escrita, sabe, fica mais pessoal, e eu adoro ficção, então não tinha como sair errado a mistura disso tudo. Mas no fim a minha expectativa foi vencida!

Calma, não estou falando que o quadrinho é uma total lambança que deve ser evitada, longe disso, se você gosta do Japão tanto quanto eu garanto que você vai amar esse quadrinho por que ele é feito para nós! O problema é que a cada página a minha expectativa era mais e mais vencida…

Tá, deixa eu explicar o que é de fato 9 Horas, pra você entender que na verdade eu entendi o conceito errado e fui esperando ler uma coisa que nunca foi prometida de fato.

tvde29-9horas4

Fofis <3

9 Horas foi um projeto financiado no Catarse com sucesso lá em Outubro de 2015 (queria ter participado, droga). O senhor Magenta e a senhora Magenta (desculpa, eu não sei o nome dela não, haha) realizaram o sonho de viajar para o Japão depois de 15 fucking anos, e ele acabou tendo a ideia de registrar esses momentos mágicos fazendo um quadrinho (que no futuro eu espero realizar, mas quem vai desenhar vai ser o senhor namorado e não eu, claro) como um diário de viagem, mas que contasse uma historia fantástica digna dos nipônicos. A sinopse é essa:

9 Horas (9時間é um álbum de história em quadrinhos, que conta a aventura de K e M. Ele é um ilustrador, e ela, uma designer. Durante sua primeira viagem pela Ásia, o casal se vê perdido num lugar estranho, tendo que enfrentar perigos criados por um antigo deus do caos, um Tengu. Ao passarem a primeira noite no hotel cápsula do aeroporto, a aventura surreal começa. Eles são jogados em versões paralelas de Tóquio a cada 9 horas, e perseguidos por criaturas da cultura pop e da mitologia japonesa. As realidades vão se entrelaçando e se confundindo mais e mais, até que eles chegam na fase final, onde terão que enfrentar o maior desafio de todos.
Como em todo jogo, cada ação tem recompensas e custos, e no final da corrida, algo grande e totalmente inesperado os aguarda.

Não quero contar a trama pra não estragar a surpresas caso vocês queiram ler depois. O negócio é que nem eu nem meu namorado tínhamos muita informação sobre o quadrinho e agente ficou com a falsa sensação de que teria muito mais coisas reais com toques de ficção, mas o álbum é o contrário. Mal pelo vacilo!

Em momento algum 9 Horas deixa a desejar como quadrinho a história é legal, tem bons enquadramentos (gosto quando eles fogem do padrão), tem páginas que fogem do tradicional, como sktches soltos pela página e uma coerência não coerente que é o tom do álbum todo.  Mas ainda assim não chegou a me atrair 100 por cento pra narrativa, já que o que eu esperava e queria mesmo eram os relatos, os sentimentos, e até o que eles comeram naquela viajem. E que fique aqui registrado meu pedido de que dá próxima vez que o Magenta King for ao Japão faça vários de seus esboços sujos e que tanto agrada meus olhos (o talento desse moço é ó…) no formato de um diário de viagem mesmo.

tvde29-9horas5

Todos deviam fazer extras no final do quadrinho

No fim deu pra notar que o problema sou eu e não o quadrinho em si. E caso você queira tirar a teima e ler essa obra de ficção antes que um Tengu apareça você pode comprar ele online pela Ugra, ou caso você seja de São Paulo você pode dar uma passada na Gibiteria e conversar com o seu Otávio que ele é muito fofo e manja muito de quadrinhos!

Me diga, já leu algum dos quadrinhos do Magenta King? Conhecia o trabalho dele? Beijos!

facebook.com/tvde29/

Resenha: Seconds

Em 16.04.2015   Arquivado em Favoritos

Se tem uma coisa que eu me enrolo toda pra fazer são resenhas. E se eu gostei da coisa é pior ainda porque eu fico muito empolgada e não consigo explicar direito do que se trata e acabo soando mais uma fã idiota do que alguém sensata tentando disseminar uma coisa que deve ser lida/assistida por vocês. Mas mesmo sabendo que eu sou meio atrapalhada pra fazer essas coisas eu resolvi vir aqui e te mostrar um quadrinho fofo com uma história muito bacana: Seconds.

tvde29-secondscover

Eu espero que você alguma vez já tenha ouvido falar de Scott Pilgrim (que eu não tenho certeza se sempre foi Contra o Mundo ou se isso é só coisa do filme) que começou como um quadrinho que eu nunca li, mas que tem um filme muito divertido e um joguinho de Beat n’ Up igualmente divertido. Bom, e daí que eu conhecia o trabalho do autor, Brian Lee O’Maley, mas de verdade eu nunca me animei muito de ler os quadrinhos, não. Mas, aí trabalhando em uma livraria não tem como não deixar de querer ler milhões de coisas (inclusive aqui eu conto sobre meus desejos de livros de culinária) e no meio de tantos quadrinhos que eu quero ler esse se destacou pelas cores da capa, sério.

tvde29-secondsbackcover2

 

Ele estava lá em um domingo como quem não quer nada, nós ficamos trocando olhares, e aí como ainda tinha uns vinte minutos pra começar o meu turno eu comecei a ler pra ver qualé que era. De cara o tema me chamou atenção: Uma chef de cozinha que está meio em crise com a vida por diversos fatores aleatórios. Isso foi o que eu entendi no começo e mesmo parecendo meio normal eu gostei, mas depois que eu li a sinopse e as primeiras páginas, eu queria terminar de ler ali, na mesma hora!

tvde29-secondsback

Tudo no quadrinho me atraiu de primeira, o traço, as falas bem sacadas, as cores, a história, os personagens, tudo. Claro que nem tudo é perfeito e o traço da personagem principal me parece mais cartunesco que dos outros e isso me irrita um pouco, mas é uma coisa facilmente esquecida ao longo da leitura.

tvde29-secondsin5

tvde29-secondsin3

tvde29-secondsin

tvde29-secondsin4

Eu não tenho certeza se eu quero fazer uma resenha mais detalhada da história por aqui  já que o fato de eu não saber nada da trama me deu uma baita surpresa legal logo na primeira página, mas né, não posso deixar vocês completamente no escuro. Katie é uma chef de cozinha que tem um bem sucedido restaurante, mas que está terminando um de reformar um novo, que dessa vez será só dela. Mas ela tem essa urgência de que a vida tem que estar perfeita. Então ela acaba por receber uma forcinha pra alcançar a tão esperada perfeição.

tvde29-secondsbackcover

Sério pessoas, a história é muito legal, Tudo que eu posso dizer é que se vocês tiverem a oportunidade de ler esse quadrinho leiam, que vale cada página. Infelizmente eu acho que ainda não tem uma versão nacional, a que eu li era importada. Mas é bom pra trinar o inglês, certo?!

Vocês tem costume de ler quadrinhos? Tem algum sensacional pra me indicar? Beijos pessoas.